KARNALBLOG. Escritório de jornalista é a rua!

sábado, agosto 30, 2008

Fazer tevê: ator ou jornalista

Em televisão tudo é rápido, tudo é sensação, os gestos são montados e - absolutamente - tudo é trabalho de equipe. Para quem estava acostumado ao bloquinho na mão e uma caneta e, depois, habituado ao gravador e ao celular, é estranho. Nem gostava de TV. Agora estou até simpatizando, mas é preciso estudar!

O que escrevo aqui, a partir de hoje, são impressões, não um tratado sobre o meio. Afinal, sou um principiante na telinha.

São vários os tipos de apresentadores:

Quer ser apresentador de televisão? Saiba que aquele senso comum: "aquela mulher é modelo! Só apresenta lendo teleprompter..." não é bem assim. Apresentar com TP é uma arte. Não é fácil.

1. O AF (analfabeto funcional) - lê truncado, mais ou menos assim: "Cinquenta iraquianos. Foram mortos. Hoje pelo exército. Americano.


2. O olho de peixe morto - Não pisca, não mexe os olhos; ou mexe demais.

3. O robotizado - Sem expressão, sem inflexão de voz e sem movimento.

4. O inseguro - Não dá nem bom dia se não estiver escrito no TP.




Em breve mais algumas observações...

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial